Informações sobre a Maçonaria em sintonia com a sociedade

NOTÍCIAS, OPINIÃO

Como dialogar com um terraplanista

Você precisa estar preparado. Em algum momento irá acontecer. Pode ser no almoço de família, no escritório, no ônibus, na sala de espera do dentista. Provavelmente, de imprevisto:

— Só acredito no que vejo. Isso da Terra ser redonda, por exemplo, vai contra todas as evidências…

O truque é baixar um pouco a voz, ao mesmo tempo que se debruça sobre o seu interlocutor. Pouse a mão no ombro dele, e então, revele o terrível segredo:

— Claro que a Terra é plana, amigo. Aliás, planíssima. Vivemos num universo bidimensional…

Pode ocorrer um breve instante de dúvida. O terraplanista hesitará:

— Num universo bidimensional? Como assim?

— Só temos duas dimensões. O nosso cérebro nos engana… Ele nos faz crer que vivemos num universo com três dimensões. Pura ilusão…

— Jura?!…

— Sim! Sim! A prova são as galinhas…

— As galinhas?!

— Precisamente. As galinhas têm consciência de que vivemos num universo bidimensional. Se você desenhar um círculo à volta de uma galinha ela não tentará sair do círculo. Ela sabe que não pode sair, que o salto é uma ilusão. Daí que o símbolo do nosso movimento seja uma galinha…

— Uma galinha?!

— Uma ou duas, tanto faz…

— Isso é verdade? Isso das galinhas ficarem dentro do círculo?!

— Totalmente. Você pode fazer a experiência em sua casa. Compre uma galinha e faça a experiência. Agora, tenha muito cuidado, os reptilianos não querem que ninguém descubra a verdadeira natureza do nosso universo. E, como deve saber, os reptilianos governam o planeta…

— Os reptilianos?!

— Aliens. Extraterrestres, que colonizaram a Terra e ocupam o corpo de governantes. Os reptilianos vêm de um universo paralelo tridimensional…

— Bolsonaro também?!

— Não! Mito é nosso líder! Um sujeito lúcido, um combatente! Sábio, como as galinhas. Mito foi o primeiro a compreender que vivemos num universo bidimensional. Se você desenhar um círculo à volta dele, o homem não sai.

—Incrível!

— Veja agora, a pandemia e as vacinas… Você sabe qual o verdadeiro objetivo das vacinas?

— Qual?!

— Me diga primeiro, o senhor já foi vacinado?

— Eu não! Deus me livre!…

— Perfeito… O objetivo das vacinas é transformar as pessoas, cada homem, cada mulher, em reptilianos…

— Ah! Em jacarés?!…

— Precisamente…

Por esta altura, talvez seja bom fazer uma pausa para que o terraplanista consiga assimilar todas as revelações. A verdade pesa, mas é melhor do que viver na ilusão dourada da Matrix. Chegou a hora de mostrar a pílula vermelha:

— Você quer mesmo combater os reptilianos?

— Com certeza! Podem contar comigo…

— Então vá para casa e desenhe um círculo em torno de si próprio…

— E depois?! Como farei para sair?!…

— Primeiro, você precisará se transformar num ser unidimensional. Basicamente, num ponto…

— Num ponto?!…

— Isso. Num ponto. Ou numa linha. Os reptilianos não têm como ocupar corpos unidimensionais.

— E como faço para me transformar num ponto?

— Você fica dentro do círculo, lendo Olavo de Carvalho. É uma questão de tempo até se transformar num ser unidimensional.

— Genial! Muito obrigado.

De nada, amigo. Sempre ao dispor.

Fonte: Jornal O Globo

Leave a Reply